Entre no Efeito Sanduíche e faça o bem para alguém

Entre no Efeito Sanduíche e faça o bem para alguém

Entre no Efeito Sanduíche e faça o bem para alguém

Flávia Torres - voluntária preparando o sanduíche

Flávia Torres – voluntária preparando o sanduíche. Ao lado, recadinho das embalagens.

Pandemia incentiva atos coletivos de solidariedade.

São Paulo, 16/06/2020 – por Mariana Veltri – jornalista da Chef TV

São diversas as ações para ajudar a população mais fragilizada. A ONG Intervenção Social criou o projeto Efeito Sanduíche, com o objetivo de criar uma rede de montagem de sanduíches para doação. Nesta terça-feira (16/06), às 19h, a apresentadora Paula Weber, de Pitadas & Palpites, vai fazer uma LIVE no instagram da Chef TV, fazendo o sanduíche buraco quente, uma das receitas do projeto.

Uma ação tão bacana, que a Chef TV não podia deixar de divulgar e conversou com a Paula e a cofundadora do projeto, Clarice Philigret. Idealizado por Muriel Matalon, o Efeito Sanduíche nasceu da certeza de que a sociedade civil pode e deve se mobilizar em prol do bem comum. Foi tudo muito bem planejado, a começar pelo nome. As confundadoras quebraram a cabeça para encontrar um nome simples que destacasse o efeito positivo de propagação em cadeia que uma boa iniciativa ou ação proporciona.

Efeito Sanduíche abraça todo o processo por trás dessa linha de produção solidária que tem como resultado final a entrega de um alimento recém-feito com cuidado, carinho e responsabilidade social. A fome é um problema já existente e que piorou muito com a pandemia. Optamos pelo buraco quente por ser um sanduíche prático, gostoso e com alto valor proteico”, explica Clarice.

Além da opção de carne, também tem a versão com frango. Em breve querem ter uma opção vegetariana. O Efeito Sanduiche pode ser feito individualmente ou em família, sem sair de casa, sem exposição.

A apresentadora Paula Weber já participou da ação. “É muito legal, muito bem feito. Entregam tudo na sua casa. Já fiz a semana passada, leva uma hora e meia. Fiz sozinha e é muito tranquilo. Eles mandam os kits e vem tudo, a carne, o pãozinho, o molho. Tudo na quantidade certa, com instruções de como fazer, você não usa nada da sua casa. Faz o cozimento, põe na geladeira 15 minutos pra resfriar rápido, também pra conservar melhor, e você entrega para a pessoa que vem retirar. Uma ação simples e que vai multiplicando”, diz.

A operação começou em meados de maio em São Paulo. Neste final de semana completaram a quarta semana de operação e simultaneamente estrearam no Rio de Janeiro. Em menos de um mês foram 12 mil sanduiches doados e mais de 25 grupos de apoio atendidos, incluindo a Pastoral do Povo de Rua, o Exército da Salvação e Centros de Acolhida Temporária.

Paula ficou encantada com a ação. Quando entrou em contato com eles, soube também que os sanduíches eram distribuídos na linha de frente do HC. Diariamente são entregues cerca de 600 sanduíches.

“Como é fácil fazer o bem. É uma coisa tão pequena, mas que ajuda tanta gente… você gasta uma hora da sua semana pra fazer isso. E ajudar o outro é uma coisa que precisa ser incorporada na nossa vida. Ser solidário é fundamental. Uma das vantagens dessa pandemia foi redescobrir a solidariedade”, reflete Paula Weber, que também dá aulas de gastronomia para crianças como voluntária em uma instituição.

Clarice Philigret enfatiza que o sucesso e a força da operação está no trabalho coletivo, “desde a nossa equipe, aos parceiros, apoiadores e aos mais de 120 voluntários que vestem a camisa e colocam a mão na massa. As crianças também participam muito, seja ajudando no preparo ou desenhando recadinhos nas embalagens. É esse comprometimento e carinho que nos faz acreditar na possibilidade de uma sociedade mais justa e sustentável”, reforça.

Como participar e como funciona:

Os kits são gratuitos. As carnes, os organizadores conseguem um desconto dos açougues parceiros. Quem gostou da ação, mas não quer fazer os sanduíches, pode contribuir ajudando com doações dos ingredientes, embalagens ou mesmo com o custo para cada kit, que sai R$ 90,00 cada.

A pessoa voluntária precisa ser indicada por alguém, a central do projeto cadastra essa pessoa. O voluntário recebe o kit com ingredientes, a receita, embalagens para 30 sanduíches e tutorial para a montagem em casa e regras de higiene com recomendações da OMS.

É feito um mapeamento onde os kits devem ser entregues e a distribuição fica a cargo dos líderes comunitários ou assistentes sociais para a população que está mais fragilizada.

Cada kit tem uma caixa que vem com, 30 sacos de papeI embaIagem, barbante, ingredientes da receita, 1 par de Iuvas e 1 toca descartáveis, a receita e instruções de manuseio.

Para entrar em contato, envie uma mensagem para 11 94388-9301 ou para efeitosaduiche@gmaiI.com. Você pode também acompanhar a ação pelo instagram: @efeitosanduiche.

FICHA TÉCNICA:

Idealização: Muriel Matalon

Fundação: Clarice Philigret, Muriel Matalon e Zoe Matalon

Identidade Visual: Agência Buurt

Redes Sociais: Zoe Matalon

Produção: Priscila Casale

Consultoria Jurídica: Autuori Burman Advogados

Banco De Dados: Karen Brand

Produção Executiva: Clarice Philigret e Muriel Matalon

Institucional: Carina Stepien

Transporte: Ítalo da Costa Lima e Flávio Lima

Apoio De Produção De Alimentos: Quituteria

Apoio Logístico: Hamburguinho e Vaca Veia

Realização: Intervenção Social (Ong)

Das lives para a TV. Chefs conquistam seguidores da Chef TV

Das lives para a TV. Chefs conquistam seguidores da Chef TV

Das lives para a TV. Chefs conquistam seguidores da Chef TV

Sabores e Delícias da Zu terá programa exclusivo no canal.

por Mariana Veltri – jornalista da Chef TV

Os personagens de hoje param congressos de gastronomia. O carisma desses dois deu alquimia e o resultado foi o projeto Sabores e Delícias da Zu. Zuleika Nunes e Rubens Malaquias, por onde passam, arrastam uma legião de fãs. Não foi diferente com os seguidores da Chef TV. Despertaram a atenção do público a partir das lives de quarentena, no projeto #FiqueEmCasaComAChef. Deu tão certo que o próximo passo é um programa de televisão na Chef TV. O projeto está em andamento e em breve, darão início às gravações.

Os chefs acreditam na importância das pessoas se reinventarem, de acreditarem nos seus sonhos e darem o primeiro passo.  Agora é começar a pensar no nome do programa. “Nós já estamos vivendo um sonho com nossas lives! Nos formamos em gastronomia tem um ano e meio e nesse tempo já vivemos tantos sonhos e nos alegramos e comemoramos cada um deles”, contam felizes.

Zuleika Nunes era da área de ciência da computação e cozinha desde os 10 anos. Rubens Malaquias aprendeu a cozinhar ainda pequeno com a mãe, observando-a a preparar as refeições. Foi num concurso da escola de gastronomia que os dois se conheceram e se tornaram sócios no grupo Sabores e Delícias da Zu.

“O grupo surgiu de um sonho de dois amigos que amam gastronomia, de levar nosso melhor a nossos clientes e alunos. A proposta é justamente mostrar que a gastronomia tem uma gama incrível de sabores que pode proporcionar experiências resgatando a memória afetiva de alguém; ou ainda que o sabor da comida, por ser especial, irá ficar em sua memória”, completam.

Eles têm um buffet de feijoada que atende Brasília e Goiânia. “Fazemos toda parte da defumação dos embutidos que usamos para dar mais sabor ao prato, ministramos aulas em Brasília e também participamos de congressos por todo o país”, informam.

Os pratos que fazem têm uma pegada do regionalismo, porém, pela própria  gastronomia ser muito rica em pratos diferenciados com técnicas diversas, acabam imprimindo no prato influências de outros países também. “O legal desta arte é isso, é passearmos por várias regiões e colocar tudo isso em um só prato. Adoramos misturar sabores e como sempre trabalhamos com muita alegria e amor ao que fazemos, creio que esse tempero acaba ficando sempre presente em nossa comida”, registram.

O amor, comprometimento e carinho pelo que fazem está em cada live que se assiste com os dois. “Amo ver as pessoas comendo o que faço. Adoro reunir meus amigos em volta da mesa, servir-lhes diferentes pratos, com texturas, cores, sabores diferentes, para que possamos experimentar sensações que a gastronomia nos permite”, diz a chef Zuleika.

Para o chef Malaquias, “cozinhar é uma alquimia onde tempero e aromas se unificam em um só sabor”. E a chef Zuleika acrescenta: “tem uma frase de Mia Couto, escritor moçambicano, que diz: ‘Cozinhar é o mais privado e arriscado ato. No alimento se coloca ternura ou ódio. Na panela se verte tempero ou veneno… Cozinhar é um modo de amar os outros’. Então cozinhar pra mim também é uma forma de amar!”

Além de inovar nos pratos, o momento atual é reinventar-se! “Lives sempre existiram, mas não como tendência, como está agora. Houve um crescimento muito grande desse setor, o que é bem legal. As lives de gastronomia têm essa função, além de ensinar, entreter, levar alegria e aconchego, mostrar às pessoas que elas não estão sozinhas, que estamos todos juntos, os restaurantes atendendo por delivery”, ressalta Zuleika.

“Vejo grandes mudanças boas, acompanhamos pessoas nos falando que não sabiam preparar um determinado prato, hoje em dia preparam mais coisas com o que aprendem conosco. Quanto aos buffets e restaurantes tendem a aperfeiçoar seus cardápios”, completa o chef Rubens.

Para quem quiser os serviços do Sabores e Delícias da Zu, pode contatar os chefs pelo telefone: (61) 98400 68 70 ou pelas redes sociais: @saboresedeliciasdazu.

Dia dos Namorados com Amor Multiplicado

Dia dos Namorados com Amor Multiplicado

Dia dos Namorados com Amor Multiplicado

Faça a diferença na vida de alguém e pratique um ato solidário – instituição oferece kits para um jantar romântico.

por Mariana Veltri – jornalista da Chef TV

Com o cenário de pandemia, o que mais temos visto é empresas, instituições e pessoas se reinventarem para sobreviver, além de muita solidariedade. Como forma de ajudar a ONG Alquimia, instituição que ajuda crianças em vulnerabilidade social, no entorno da Av. Roberto Marinho, em SP, grupo de empresas e moradores da região se uniram para montar 50 kits como proposta de presente para o Dia dos Namorados. Além presentear com um jantar a pessoa amada, quem compra ajuda uma causa social.

Dos 50 kits já foram vendidos 42. Cada cesta vem com uma escultura de flor em forma de coração, garrafa de vinho, filé mignon e molhos para um foundue. E toda a renda é revertida para a associação, que ajuda 97 famílias e 130 crianças de 3 a 13 anos.

Crianças aprendem o cultivo da horta.

A ONG Alquimia transforma a vida dessas crianças em estado de vulnerabilidade social. Promove cidadania através da pedagogia Waldorf. Como um complemento da escola, oferece suporte pedagógico, estimula atividades em grupo, aulas de música, costura, culinária e artesanato, dando atenção e despertando a habilidade em cada criança.

Ana Paula (a quarta da dir. para a esq.) e equipe da ONG Alquimia

“Tivemos que nos reinventar, pois parte da manutenção dos projetos sociais são financiados pelos eventos, que foram cancelados. Sem perspectiva de quando poderemos nos reunir, começamos a inovar. Com a suspensão das atividades de aglomeração, veio essa ação para o Dia dos Namorados e foi bastante receptiva, porque as pessoas hoje querem ajudar de alguma forma. E além de presentear, estão multiplicando o amor, porque estão fazendo também uma ação social. Essa renda será revertida para a ONG Alquimia”, explica Ana Paula Minervini, gerente de responsabilidade social do Instituto AW, que faz parceria com a ONG, e está à frente do projeto como voluntária.

Entre as empresas envolvidas estão a Meat Club, Vendi Vinhos, Flores de Mah. Os moradores da região se engajaram e conseguiram bombons da Cacau Show. A empresária Carol Catistti, sócia da Meat Club, foi procurada pela Ana Paula, que estava mobilizando uma festa junina virtual, e propôs ajudar com alguma coisa para o Dia dos Namorados, quando então foi criada essa ação.

“A Ana Paula me procurou para entrar em parceria com os espetinhos para a festa junina e como desde que conheci fiquei encantada com as ações deles, pensei numa forma de ajudar a arrecadar fundos antes mesmo deste evento”, completa Carol.

Para quem ainda pensa em dar um presente para o Dia dos Namorados, as encomendas podem ser feitas pelo telefone: (11) 98432-3311.

E os interessados em conhecer a ONG Alquimia e colaborar com a festa junina, o Arraiá do Bem será realizado no dia 28/06, às 17h. Quem colaborar, irá receber caixas com comidas para o arraiá, que será todo virtual, com banda de forró, brincadeiras e muito mais.

Conheça o projeto: www.alquimiaong.org.br e siga pelas redes sociais: @alquimiaong.

Pães e doces holandeses, além de sorvetes de torrone, de panetone e de rabanada, estão no cardápio da Noeland

Pães e doces holandeses, além de sorvetes de torrone, de panetone e de rabanada, estão no cardápio da Noeland

Pães e doces holandeses, além de sorvetes de torrone, de panetone e de rabanada, estão no cardápio da Noeland

Confeitarias e restaurantes do maior evento de Natal do interior de São Paulo, que acontece no Parque da Expoflora, em Holambra, entre os dias 29 de novembro e 29 de dezembro, de sexta-feira a domingo, das 16h à meia-noite, prepararam várias delícias para os visitantes

Tem muita gente que nunca ouviu falar em kerstbanquet (baguete de Natal recheada), Stolen (pannetone holandês), Kerst Ijs (sorvete de Natal) ou, mesmo, em stroopwafel (bolacha holandesa recheada com caramelo). A maior parte talvez nem consiga pronunciar esses nomes. Mas basta informar nas confeitarias e nos restaurantes instalados na Noeland que você deseja a novidade gastronômica do evento para experimentar pães, doces ou sobremesas de dar água na boca.

A Noeland é o maior evento de Natal do interior paulista, realizado no Parque da Expoflora, em Holambra, a 140 quilômetros da capital, de sexta a domingo, das 16h à meia-noite, no período de 29 de novembro a 29 de dezembro.

A Confeitaria Martin Holandesa apresenta o kerstbanquet (Kerst = Natal + banquet = banquete), um doce de massa folhada na forma de baguete recheada com amêndoas moídas e cerejas, e o Stolen, doce com raspas de limão, uvas passas, amêndoas e nozes. A chocolateria Stalden terá uma saborosa casinha toda feita de bolachas e especiarias com cobertura.

O Casa Bela Restaurante optou por preparar uma sobremesa – o Kerst Ijs (sorvete de Natal) – feita com duas bolas de sorvete de creme em uma taça untada com caramelo toffee, cobertas com ganache de especiarias (noz moscada, cravo e canela) e crumble de stroopwafel (bolacha holandesa triturada).

A temática natalina inspirou a Sorveteria Delicci na criação do sorvete italiano sabor rabanada, servido em copinho, e dos sabores panetone e chocotone, na casquinha. Também servirá rabanada com sorvete.

A Oma Beppie, especializada em stroopwafel terá as opções com recheio de café, abacaxi com gengibre e limão, além da opção tradicional recheada com caramelo e com cobertura de chocolate. A Noeland conta com cerca de 30 locais de venda de alimentos, que vão de porções até refeições, passando pelos salgadinhos, lanches e alimentos industrializados, além de produtos típicos holandeses.

Restaurantes

Sob o comando do Restaurante Amsterdam, o Lê Tachô oferece comida brasileira no tacho, como baião de dois, feijão tropeiro, galinhada e paella mineira, e o La Batatá permitirá ao cliente montar seu prato de batatas fritas com o molho de sua preferência (cheddar, quatro queijos ou bolonhesa) e acompanhamentos irresistíveis, como frango frito, calabresa acebolada, bacon crocante e queijos variados. No Salsichão do Holandês, a salsicha típica pode ser pedida no espeto, em porção ou no lanche.

Sobre a Noeland

A Expoflora – que já cedia seu parque em Holambra para a realização do “reino mágico de Natal” – assumiu a organização da terceira edição do evento natalino e incluiu novas atrações, como apresentações de grupos de dança, coral, personagens interativos, como o Urso Polar, o Soldado de Chumbo e o Biscoito de Gengibre (The Gingerbread Man), um minissítio e parque de diversões.

Outra novidade é o espaço dos Jardins em Festa, que apresenta sugestões de decoração em ambientes residenciais para o Natal e Réveillon, com indicação de flores e plantas ornamentais que são tendência para as festas de fim de ano. Os restaurantes prepararam receitas especiais para o evento.

O Vilarejo da Noeland conta com decoração cenográfica, que continua sendo assinada por Silvia Doreto, da Thematic. A decoração ocupa uma área coberta de 4 mil m² (o equivalente a meio campo de futebol), na qual foram utilizados cerca de 50 mil itens de decoração iluminados por mais de 200 mil microlâmpadas de LED. Nos jardins do parque há 400 árvores iluminadas. Também foram mantidos a chuva de flocos de neve e os personagens – Noelito e Natali – que já conquistaram as crianças.

Serviço
3ª Noeland – Um Reino Mágico de Natal
Localização: Parque da Expoflora, em Holambra
Data: 29 de novembro a 29 de dezembro, de sexta a domingo
Horário: 16h à meia-noite
Ingressos: R$ 60,00 na bilheteria ou no site www.ingressorapido.com.br
Informações: (19) 3802-1499 / 98115-1294 / 98114-9783 / 98168-3600
E-mail: centraldereservas@noeland.com.br

Fonte: Ateliê de Notícias

Fotos:José Francisco Pacola

O que não pode faltar na sua Adega nas festas de fim de ano

O que não pode faltar na sua Adega nas festas de fim de ano

por Viviane Oliveira

São tantas comemorações de fim ano… amigo secreto, happy hours, natal, réveillon.

Estes momentos de entretenimento e descontração com familiares e amigos pedem vinho, você não acha?!

Fizemos uma seleção com dicas ótimas dos vinhos que não podem faltar na sua Adega.

Espumantes

Os vinhos espumantes são conhecidos por apresentarem borbulhas e não importa o tipo que você escolha, pode ser Prosecco, Champagne, Cava, etc., o mais importante é que ele esteja bem gelado, a uma temperatura de 6° a 8° graus.

O açúcar residual na bebida também é muito importante. Escolha de acordo com o gosto do grupo ou seus convidados, veja a diferença para identificar no rótulo.

Nature

Tem apenas 3g de açúcar por litro, ou seja, quase nada

Extra Brut

De 3 a 8g de açúcar por litro, é bem seco

Brut

De 8 a 15g de açúcar por litro, é o seco mais comum

Demi sec

De 20 a 60g de açúcar por litro, para quem gosta de espumante doce, mas nem tanto, é uma excelente escolha.

Dolce

Superior a 60g de açúcar por litro. É doce e uma boa pedida, é o Moscatel.

Brancos

Perfeitos para dias quentes, sejam sozinhos e servidos a uma temperatura de 9° graus ou em drinks, escolha por essas uvas e será sucesso garantido na sua Adega.

Uma dica

Fique de olho na safra, os brancos envelhecem bem com até 3 anos considerando a safra no rótulo, a não ser os que passam por barrica (mas, aí já é um outro assunto que falaremos mais para frente).

Pense nessas uvas – Chardonnay, Sauvignon Blanc, PinotGrigio, Riesling e os famosos vinhos verdes portugueses.

Rosés

Estes vinhos oscilam entre leveza, frescor e bom corpo, por que não?!

Sucesso em festas na piscina, na praia, também é uma boa pedida para dias quentes.

Gelados, em um belo balde de gelo fazem um casamento perfeito com entradas e aperitivos.

Tintos

Perfeitos para acompanhar churrascos e confraternizações e um coringa na ceia de natal.

Prefira os tintos leves e jovens e uvas como PinotNoir, Sangiovese (Chianti sempre é uma pedida).

Com adega cheia e taça na mão, resta apenas um bom brinde! Cheers!

Pin It on Pinterest