Olive Garden ensina como preparar sua famosa sangria que combina vinho, conhaque e licor de curaçau

Olive Garden ensina como preparar sua famosa sangria que combina vinho, conhaque e licor de curaçau

Olive Garden ensina como preparar sua famosa sangria que combina vinho, conhaque e licor de curaçau

São Paulo, dezembro de 2019 – Dia 20 de dezembro é comemorado o dia da Sangria. O famoso drink preparado com vinho e pedaços de fruta é ideal para dias de calor. E para comemorar a data, o Olive Garden, restaurante americano especializado na gastronomia italiana e operada no Brasil pelo Grupo IMC, ensina como preparar a tradicional versão servida no restaurante que tem na receita vinho tinto, conhaque e licor de curaçau.

Ingredientes (rendimento 1 Jarra 800 ml):

1 maçã vermelha
1 maçã verde
4 unidades de morango
1/4 abacaxi
1 laranja pera
150 ml de conhaque
120 ml licor curaçau
100 ml de xarope de açúcar (mel, karo, glucose de milho)
500 ml de vinho tinto seco

Modo de Preparo:

Para começar, corte as frutas em pedaços médios e reserve. Em uma jarra, misture o xarope, licor e o conhaque e na sequência, adicione as frutas e deixe descansar por alguns minutos. Coloque gelo até a metade da jarra e complete o recipiente com vinho tinto. Mexa com uma colher longa até que as frutas se espalhem. Para finalizar, decore com uma rodela de laranja ou com um morango e sirva ainda gelado.

FONTE: 4 Influence

Foto: Divulgação

Cinco drinks para curtir o verão

Cinco drinks para curtir o verão

Cinco drinks para curtir o verão

Cooperativa Vinícola Garibaldi recomenda: bebidas com espumantes para curtir a estação mais quente do ano.

A estação mais quente do ano convida para curtir um happy hour depois do trabalho, um encontro à beira da piscina com os amigos no fim de semana ou, simplesmente, um momento especial em casa, na companhia do seu amor. Que tal inovar e transformar cada uma dessas ocasiões em uma celebração?

Se você estava procurando um motivo para incluir a degustação de bons espumantes na sua rotina de verão, a Cooperativa Vinícola Garibaldi dá uma ajudinha e compartilha dicas imperdíveis de drinks elaborados a partir da bebida borbulhante. Confira as receitas, experimente e escolha aquele que melhor combina com seu estilo!

Bellini: Nascido no Harry’s Bar de Veneza, na Itália, nos anos 1930, o Bellini tem seu nome inspirado no brilho rosado empregado em obras do pintor veneziano Giovanni Bellini, que viveu no século 19. Com um sabor delicado e uma coloração atraente, o resultado é um drink leve, adocicado e de baixo teor alcoólico.

Ingredientes: Espumante Garibaldi Moscatel, Suco de pêssego e gelo

Como preparar: Encha a taça de 150ml com gelo até o topo, para resfria-la. Depois de retirar o gelo, acrescente uma dose de suco de pêssego. Em seguida, complete com o Espumante Garibaldi Moscatel. Decore a borda da taça com uma fatia de pêssego. Bom proveito!
——————————————————————————————————————–

Clericot Rosé: Refrescante e aromático, o Clericot é uma pedida certeira para os dias e também as noites –quentes. Em uma agradável mistura de espumante e frutas, o drink é um excelente aperitivo para apreciar com amigos, tanto em casa como em áreas externas e happy hours.

Ingredientes: Espumante Garibaldi Prosecco Rosé Brut, 2 maçãs verdes, 3 ameixas, 3 kiwis, 3 laranjas, 2 doses de licor de laranja, açúcar, gelo

Como preparar: Em uma jarra de dois litros, intercale a colocação das frutas, do açúcar e gelo. Na sequência, misture as duas doses de licor de laranja. Complete o recipiente com o Espumante Garibaldi Prosecco Rosé Brut. Sirva em um copo decorado com frutas e gelo. Bom proveito!

——————————————————————————————————————–

Kir Royal: Um drink prático, mas nem por isso menos elegante e sofisticado, o Kir Royal deixa sua marca até na literatura, sendo o coquetel preferido do detetive Hercule Poirot, famoso personagem das obras de suspense policial de Agatha Christie.

Ingredientes: Espumante Garibaldi Vero Brut Rosé, 1 dose de licor de cassis, cerejas, ramo de hortelã, gelo

Como preparar: Resfrie uma taça de 250ml com gelo até o topo. Após retirá-lo, acrescente o licor de cassis e, na sequência, complete com o Espumante Garibaldi Vero Brut Rosé. Ao servir, decore a taça com as cerejas no palito e o ramo de hortelã. Bom proveito!

Sobre o Espumante Garibaldi Vero Brut Rosé
Mais um exemplar altamente premiado da Cooperativa Vinícola Garibaldi, elaborado pelo método Charmat. Com uma coloração vermelho cereja, carrega aroma de frutas vermelhas mais maduras, em um perfeito equilíbrio com um toque mais cítrico. No paladar, combina cremosidade e frescor.

——————————————————————————————————————–

Margarita de espumante: Releitura do drink mexicano à base de tequila, um dos mais famosos do mundo, esta é uma ótima sugestão para quem deseja impressionar seus convidados com uma nova versão de um clássico das taças.

Ingredientes: Espumante Garibaldi Moscatel, meia dose de tequila, meia dose de licor de laranja, limão, sal, ramo de hortelã

Como preparar: Passe o limão na borda da taça de 150ml. Em seguida, vire a taça de cabeça para baixo e encoste a borda no sal, depositado em um prato. Coloque meia dose de tequila e, na sequência, a mesma quantidade de licor de laranja. Esprema meio limão e complete com o Espumante Garibaldi Moscatel. Enfeite a taça com uma pequena fatia de limão e o ramo de hortelã. Bom proveito!

——————————————————————————————————————–

Mimosa: Perfeito para o verão, o Mimosa é um drink que, além do espumante, tem o suco de laranja como principal ingrediente. Essa mistura resulta em um coquetel refrescante, com uma bonita coloração amarela e aveludada, assim como a flor que empresta seu nome à receita, a acácia-mimosa.

Ingredientes: Espumante Garibaldi Brut Chardonnay, meia dose de licor de laranja, 1 dose de suco de laranja, ramo de hortelã, gelo, 1 laranja (para decorar a taça)

Como preparar: Encha a taça de 150ml com gelo até em cima, para resfria-la. Depois de retirar o gelo, coloque meia dose de licor de laranja e, após, acrescente o suco de laranja. Misture as duas bebidas e complete com o Garibaldi Brut Chardonnay. Para dar um toque especial, decore a taça com uma espiral de casca de laranja, uma pequena fatia da fruta e um ramo de hortelã. Bom proveito!

Crédito das Fotos: Divulgação Cooperativa Vinícola Garibaldi/Drinkeiros

FONTE: Exata Comunicação

Receitas de Natal

Receitas de Natal

RECEITAS DE NATAL

Biscoitinhos de Natal

Ingredientes:

  • 1 e meia xícara (chá) de farinha de trigo (225 g)
  • Sal a gosto
  • 2 colheres (sopa) de manteiga cortada em pedaços (40 g)
  • 1 lata de Atum em Pedaços ao Óleo Gomes da Costa (170 g)
  • 1 gema (20 g)
  • Cerca de 2 colheres (sopa) de água (30 ml)
  • Ovo para pincelar

Modo de Preparo:

  • Numa tigela junte a farinha e o sal. Acrescente a manteiga, o óleo do Atum Gomes da Costa e trabalhe a massa até obter uma farofa.
  • Acrescente a gema, água aos poucos (se necessário) e continue trabalhando até obter uma massa lisa e homogênea. Junte o Atum Gomes da Costa.
  • Enrole a massa em filme plástico e leve à geladeira por cerca de 30 minutos.
  • Sobre uma superfície enfarinhada ou entre filme plástico, abra a massa com o auxílio de um rolo na espessura de 0,7 cm.
  • Corte a massa com cortadores com temas natalinos.
  • Distribua os biscoitos numa assadeira. Pincele o ovo ligeiramente batido pela superfície dos biscoitos.
  • Leve ao forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 30 minutos ou até dourarem levemente.

Tempo de Geladeira: 30 minutos

DICA DE CHEF

Se quiser preparar os biscoitos para pendurar na árvore de Natal: distribua os biscoitos crus na assadeira, fure a ponta com um palito, fazendo um buraco de tamanho suficientemente grande para passar a fita.

VARIAÇÃO

Se desejar biscoito coloridos, acrescente corante alimentício ao ovo usado para pincelar.

 

Sablés Salgados de Natal

Ingredientes:

Biscoito:

  • 1 e meia xícara (chá) de farinha de trigo (225 g)
  • Meia xícara (chá) de manteiga (100 g)
  • 1 gema
  • Sal a gosto
  • Cerca de  2 colheres (sopa) de água

Recheio:

  • 2 embalagens de Patê de Atum Gomes da Costa (150 g)do sabor de sua preferência (Atum, Salmão ou Sardinha)

Modo de Preparo:

Biscoito:

  • Numa tigela junte a farinha e a manteiga cortada em cubos. Trabalhe com a ponta dos dedos até obter uma farofa.
  • Junte a gema e o sal e misture. Acrescente a água aos poucos e trabalhe com as mãos até obter uma massa homogênea.
  • Enrole em filme plástico e leve à geladeira por cerca de 1 hora.
  • Sobre uma superfície enfarinhada, abra a massa com o auxílio de um rolo numa espessura de cerca de 0,3 cm.
  • Corte a massa com um cortador de biscoito no formato de boneco de neve ou anjo (com cerca de 10 cm de altura).
  • Distribua os biscoitos numa assadeira e leve ao forno médio (180ºC), preaquecido, por cerca de 20 minutos ou até que a base do biscoito esteja levemente dourada.
  • Retire da assadeira e espere esfriar.

Montagem:

  • Sobre a base de metade dos biscoitos, distribua cerca de 2 colheres (sopa) de Patê Gomes da Costa. Cubra com os outros biscoitos, formando sanduíches.

Tempo de Geladeira:  60 minutos

DICA DE CHEF

Monte os sanduíches no momento de servir.

VARIAÇÃO

Ao invés de fazer sanduíches, monte canapés: sobre cada biscoito coloque o Patê Gomes da Costa e enfeite com rodelas finas de pepino ou tirinhas de pimentão ou cenoura ralada.

 

Salada Natalina de Batata Doce e Atum

Ingredientes:

  • 2 batatas doces (600 g)
  • 1 cenoura média cortada em cubos, cozida
  • Meia xícara (chá) de ervilha fresca ou congelada, cozida
  • Meia xícara (chá) de salsão picado
  • 1 lata de Atum Sólido ao Natural Gomes da Costa (170 g)
  • 1 copo de requeijão cremoso (220 g)
  • Sal e pimenta do reino a gosto

Modo de Preparo:

  • Cozinhe as batatas doces com casca, em água até que enfiando-se um garfo este entre sem dificuldade.
  • Escorra, descasque as batatas e corte-as em rodelas e depois em cubos de cerca de 1 cm.
  • Numa tigela junte as batatas em cubos, a cenoura, a ervilha, o salsão e o Atum Gomes da Costa escorrido. Misture bem.
  • Envolva a salada no requeijão. Tempere com sal e pimenta do reino a gosto.
  • Sirva em temperatura ambiente.

DICA DE CHEF

  • Para retirar com facilidade a casca da batata doce depois de cozida, coloque-a imediatamente na água fria.
  • O tempo de cozimento vai variar conforme o tamanho da batata.

VARIAÇÃO

Salpique a salada com nozes ou castanha de caju.

Fonte: Sax Comunicação

Fotos: Divulgação

Dica de fim de ano: Flan de Iogurte com Calda de Frutas Amarelas da Carole Crema

Dica de fim de ano: Flan de Iogurte com Calda de Frutas Amarelas da Carole Crema

Dica de fim de ano: Flan de Iogurte com Calda de Frutas Amarelas da Carole Crema

As festas de fim de ano estão chegando, e com elas, a vontade de fazer algo diferente na ceia de Natal e Ano Novo. Essa época também é marcada pelas altas temperaturas no Brasil, então, por que não experimentar um receita deliciosa e refrescante – na qual o uso da folha de gelatina faz toda a diferença?

A dica vem da chef confeiteira Carole Crema, reconhecida como a responsável por popularizar o cupcake no Brasil. Ela tem mais de 25 anos de carreira, dedicados a criar experiências gastronômicas e recriar receita consagradas com muita criatividade.

Formada pela Thames Valley University, The Moisimann Academy (Londres) e pelo Instituto La Cultura Alimentari (Milão), Carole Crema é autora do livro O Mundo dos Cupcakes e coautora de 400 g Técnicas de Cozinha. É também professora na Escola Wilma Kövesi de Cozinha.

Esta sugestão é um oferecimento da GELITA, líder global no fornecimento de gelatinas e peptídeos de colágeno para indústrias de alimentos.

Vamos à receita!

Rendimento: 8 porções

Nível de dificuldade: médio

Tempo de preparo: 30 minutos (o creme necessita de 12 h de geladeira, e o flan 4 h de geladeira)

INGREDIENTES

Flan

  • 2 potes de iogurte natural (340 g)
  • 2 folhas de gelatina
  • 1 colher (chá) gengibre fresco ralado
  • as raspas da casca de ½ limão-siciliano
  • as raspas da casca de ½ limão-taiti
  • 200 ml leite
  • 100 g de açúcar

Calda

  • ½ xícara (chá) polpa de maracujá
  • ½ xícara (chá) de suco laranja (ou tangerina)
  • 1 colher (sopa) rasa de açúcar

Decoração

  • Frutas amarelas picadas (tangerina, laranja, carambola, physalis, etc.)

MODO DE PREPARO

Flan

  • Desidrate o iogurte colocando-o sobre uma peneira, forrada com 2 folhas de papel toalha, dentro da geladeira, de um dia para outro. Descarte o soro. Vamos precisar 300 g do iogurte já desidratado.
  • Coloque as folhas de gelatina em um recipiente e coloque água fria até cobrir para hidratar (leva cerca de 3 minutos).
  • Retire a gelatina, aperte para retirar o excesso de água e coloque em uma vasilha.
  • Acrescente gengibre ralado e as raspas de limão e misture com um fuê.
  • Leve o leite com o açúcar para aquecer (não precisa ferver) e jogue na mistura de gelatina mexendo com o fuê para incorporar.
  • Junte o iogurte desidratado e, com ajuda do fuê, misture até obter uma mistura homogênea.
  • Despeje o creme em uma forma quadrada, de 15 x 15 cm, coberta com papel-filme.
  • Deixe no mínimo 4h na geladeira e depois desenforme sobre um prato onde será servido.

Calda

  • Misture todos os ingredientes em uma panela, leve ao fogo para ferver e formar calda rala. Deixe esfriar antes de usar.
  • Sirva com a calda e por cima as frutas amarelas.

Dica: você pode usar taças e fazer porções individuais!

Encontre Carole Crema nas redes sociais:

http://www.carolecrema.com.br

http://www.facebook.com/carolecremadoces

http://www.instagram.com/carolecrema/

Loja física

Rua da Consolação, 3161 – Jardins, São Paulo – SP

Fonte: 2PRÓ Comunicação

Foto: Divulgação

Moqueca de Banana da Terra: prato vegetariano ganha destaque nas ceias de Natal e Ano Novo

Moqueca de Banana da Terra: prato vegetariano ganha destaque nas ceias de Natal e Ano Novo

Moqueca de Banana da Terra: prato vegetariano ganha destaque nas ceias de Natal e Ano Novo

Chef de Cozinha explica relação com gastronomia de origem vegetal e ensina receita.

A culinária de origem vegetal sempre esteve presente na vida do Chef de Cozinha Renato Vaiano que, apesar de não ser totalmente adepto a opção alimentar, sempre foi grande apreciador da modalidade gastronômica. “Desde criança, pelo menos uma vez ao mês, nós íamos até um restaurante vegetariano localizado no Rudge Ramos, bairro do ABC Paulista. A partir daí, fui me habituando aos novos sabores e texturas”, relembra o profissional.

Há alguns anos, após ter seu segundo filho, a relação com a gastronomia vegetariana se estreitou ainda mais quando descobriram que o pequeno tem intolerância a alimentos proteicos, como ovo, leite e oleaginosos. “Me senti perdido, porque embora já tivesse contato com pratos sem proteína animal, ainda conhecia muito pouco sobre essa cozinha. Então, comecei a estudar muito e a gostar do estava descobrindo.”

Desde então, todos os menus criados por Renato Vaiano levam opções vegetarianas e veganas e, com a proximidade das festas de final de ano, um prato em especial vem ganhando destaque no cardápio desenvolvido exclusivamente para as ceias de Natal e Ano Novo. Por isso, o Chef explica como fazer a Moqueca de Banana da Terra que, com certeza, vai conquistar o paladar e coração de muitos convidados.

Para a lista de ingredientes é preciso de:

  • 1 kg de banana da terra madura
  • 2 dentes de alho amassados
  • 3 cebolas em rodelas
  • 1 pimentão vermelho em rodelas
  • 1 pimentão amarelo em rodelas
  • 5 tomates picados
  • 1 maço de coentro picado
  • 2 colheres de sopa de salsinha picada
  • 2 colheres de sopa de manjericão picado
  • 1 xícara de leite de coco
  • 1 pimenta dedo de moça picada sem sementes
  • suco de 2 limões
  • sal a gosto
  • azeite a gosto
  • azeite de dendê a gosto

O preparo do prato leva em torno de 35 a 40 minutos e, inicialmente, é preciso cortar a banana em fatias e depois misturá-la com sal, suco de limão e alho, deixando marinar por uma hora.

Em seguida, é necessário refogar a cebola, os pimentões e o tomate no azeite por aproximadamente cinco minutos e, então, acrescentar uma pitada de sal. Após esse tempo, desligue o fogo e adicione coentro, salsinha e manjericão.

Em uma panela de barro ou de pedra, coloque uma cama do refogado e uma cama de banana, as intercalando. Regue com o leite de coco e deixe cozinhar por 20 minutos em fogo baixo. Nos últimos cinco minutos, acrescente o azeite de dendê.

“Se quiser deixar a moqueca ainda mais rica em sabores e texturas, acrescente um caju cortado em cubos e 200g de palmito pupunha fatiado em tiras, junto com o refogado”, recomenda o Chef, como dica extra, que sugere ainda, “para acompanhar o prato, sirva arroz branco ou uma boa farofa, e para fechar com chave de ouro, harmonize a receita com uma taça de vinho branco seco, uma cerveja pilsen ou de trigo.”

A Moqueca de Banana da Terra deve ser mantida sob refrigeração, caso não seja completamente consumida nas ceias de final de ano, e pode ficar até, no máximo, dois dias na geladeira.

Ao contrário do estereótipo sobre a culinária vegetariana que muitas pessoas ainda têm, esta opção alimentar não significa fazer dietas restritas. “A verdade é que este é um campo que está em sua fase embrionária, a indústria alimentícia ainda não conseguiu adequar o seu processo produtivo a demanda. As pessoas ainda acham muito complicado somar três ingredientes ou mais para se tornar um, entretanto, a falta de tempo também é obstáculo. Sendo assim, procuro apresentar receitas fáceis para que mais pessoas se lancem a esta experiência tão rica”, encerra Vaiano.

 

Fonte: Agência Caro

Foto: Divulgação

Especial de Natal: Panetone Nutty Perdu à lá Crème Bavaroise

Especial de Natal: Panetone Nutty Perdu à lá Crème Bavaroise

Panetone Nutty Perdu à lá Crème Bavaroise

Chef Jefferson Herrero do Rendez Vous Bistrô, em parceria com a Nutty Bavarian, prepara receita exclusiva com panetone recheado com castanhas e doce de leite.

São Paulo, novembro de 2019 – Para garantir o glamour e o sucesso da sobremesa da noite de Natal, que o Chef Jefferson Herrero, do restaurante Rendez Vous Bistrô, se uniu a maior rede de franquias de castanhas torradas e glaceadas do Brasil, Nutty Bavarian, para prepararem juntos a melhor receita para ocasião.

O item escolhido para ser a estrela do prato, foi o panetone da marca e que é, especialmente, recheado com amêndoas, amendoins, castanhas de caju, nozes pecã e doce de leite. O mix desses ingredientes valorizaram, ainda mais, a receita do Chef. “Quando idealizei a receita, logo associei ao panetone da Nutty Bavarian, pois já conhecia o produto e sabia da sua devida qualidade, delicadeza e de sabor único”, destaca Herrero. “Quando elaboro meus pratos, sempre escolho os melhores produtos, isso faz a diferença no resultado final”, acrescenta o Chef.

Seguem abaixo os ingredientes e o modo de preparo:

Creme Bavarois

  • 1L. de creme de leite
  • 8 gemas peneiradas
  • 150gr de açúcar confeiteiro
  • 30gr. De gelatina incolor
  • 100ml de água

Modo de Preparo

Em uma batedeira, bata as gemas e o açúcar até conseguir uma mistura homogênea. Em uma panela misture a água e a gelatina incolor em fogo Simmer (baixo). Em outra panela, aqueça levemente o creme de leite e adicione aos poucos a mistura de gemas e açúcar de confeiteiro com o auxílio de um fuet (batedor). Adicione levemente a gelatina dissolvida, sempre mexendo. Em seguida, reserve e com o auxílio de uma xícara medidora, porcione em um ramequim. Leve para a geladeira e deixe por, aproximadamente, 1 hora e estará na consistência desejada.

Panetone Nutty Perdu

  • 1 panetone Nutty Bavarian recheado com amêndoas, amendoins, castanhas de caju e nozes pecã e doce de leite.
  • 200gr de manteiga
  • 2 ovos
  • 350ml de leite integral
  • 40gr de açúcar confeiteiro

Modo de Preparo

Corte cuidadosamente o Panetone Nutty Bavarian em fatias e reserve.

Em um recipiente misture os ovos e o açúcar levemente, em seguida, acrescente o leite e reserve. Em uma frigideira pré-aqueça a manteiga e mantenha em fogo Simmer (baixo). Com o auxílio de um pegador, mergulhe as fatias do panetone no leite e, delicadamente, retire-as. De imediato leve as fatias à frigideira e deixe deglacear por 2 minutos, cada lado.

Obs. Monte a Sobremesa conforme sua preferência, com caldas de frutas, ganache de chocolate, frutas e castanhas secas flagradas Nutty Bavarian.

Fonte: Grupo MD

Pin It on Pinterest