Imagem: Pixabay

São Paulo tem muito a surpreender em sua culinária, repleta de encantos, aromas e sabores!

São Paulo é uma cidade incrível e um polo gastronômico de encher os olhos e encantar os maiores paladares. Tanto que a comida desta metrópole brasileira tem sido elogiada continuamente pelos maiores chefs mundiais, por meio de suas opções infinitas combinadas com o layout caótico de uma cidade com mais de 11 milhões de habitantes, que muitas vezes disputam com devoção um apartamento no Itaim Bibi ou uma casa no Morumbi.

Contudo, é uma cidade que em todo o seu entorno revela muitas cores, sabores e oportunidades de experiências gastronômicas surpreendentes, mesmo em meio à sua selva de concreto e arranha-céus! Desvende um pouco mais da capital paulista fazendo uma viagem por sua gastronomia, através dessas dicas abaixo e, quem sabe, você se apaixone por esta incrível terra da garoa e desperte o desejo de conhecer imóveis para aluguel na Mooca!

1. Mercado Municipal: iguarias, sanduíche e imersão

O melhor lugar para começar a sua excursão culinária em São Paulo é o Mercado Municipal, um mercado 12.600 metros quadrados localizado no centro histórico da capital paulista. No mercadão, como é chamada pelos habitantes locais, é possível encontrar a mais fresca e grande variedade de produtos e especiarias – muitas delas vindas de diversas partes do mundo.

Passar pelo corredor de frutas do Mercadão é uma delícia, pois os vendedores o abordam para provar suas frutas mais frescas. As barracas atraem você com seu arco-íris de cores de frutas. Experimente o caqui cultivado localmente, manga e graviola. À medida que você se afasta do doce aroma dos corredores de frutas, os aromas pungentes de peixe e calabresa começam a se infiltrar.

A herança portuguesa, italiana e espanhola de São Paulo fica evidente quando você passa por dezenas de azeites de oliva e bacalhau seco, salsichas saborosas e queijo em enormes variedades. Aproveite para degustar uma refeição típica: os clássicos sanduíches de mortadela, recheado com camadas e mais camadas dessa deliciosa delicatessen. Não deixe de experimentar um pastel de bacalhau, que vem com uma massa frita recheada com bacalhau seco importado, azeitonas verdes e cebola.

O Mercadão está aberto desde a década de 1930; nos finais de semana e feriados fica lotada de brasileiros de todo o país que vêm comprar os melhores produtos nacionais e importados disponíveis. Apesar das centenas de pessoas que visitam o mercado, o local é uma área por vezes negligenciada pelos turistas devido à reputação do centro da cidade.  Contudo, se você deseja uma imersão gastronômica, este deve ser o seu ponto de partida!

2. Botecos no Bairro Vila Madalena para boa música e chopp

Falar em bar e em São Paulo é sinônimo de falar em um bom chopp. E a cerveja gelada é levada à sério, sendo comercializadas sempre abaixo de zero. Felizmente, um bom chopp é fácil de encontrar em praticamente qualquer boteco; esses bares de bairro povoam quase todas as esquinas do bairro Vila Madalena, alinhados com uma decoração charmosa e uma boa música – geralmente samba – tocando ao fundo. A Vila Madalena é um bairro famoso justamente por isso, por seu alto astral e clima boêmio.

Os bares da Rua Aspicuelta, por exemplo, ficam especialmente lotados nos fins de semana, com os paulistas degustando aperitivos com um belo chopp de acompanhamento. Clássicos do bairro incluem São Cristovão (Rua Aspicuelta, 533) coberto de memorabilia do futebol, Posto 6 (Rua Aspicuelta, 646), seu nome uma homenagem ao atual Posto 6, ponto badalado nas praias de Copacabana no Rio de Janeiro, e José Menino (Rua Aspicuelta, 596), uma casa de samba de dois andares, que é boteco tradicional com deliciosa carne grelhada e, claro, chopp.

3. Uma passadinha pelos Jardins para comidas gourmet

Se você começar a se afastar da Paulista pela rua Augusta, chegará aos Jardins, que é uma combinação dos bairros Jardim Europa, Jardim Paulista e Jardim América. É o bairro perfeito para passear e apreciar a arquitetura dos casarões e ruas elegantes.

Devido à ascendência italiana em São Paulo, os gelatos da Bacio di Latte e Le Botteghe Di Leonardo são muito bons mesmo. Existe até um Ben & Jerry’s! O Varanda Grill tem excelentes carnes e é um restaurante muito popular entre os gulosos como o DOM que tem a alta cozinha do conceituado chef Alex Atala.

O Maní é bem decorado e serve comida saudável com ingredientes brasileiros. Entusiastas da arte devem ir à Galeria Nara Roesler, onde você encontra a obra do artista brasileiro Vik Muniz.

4. Tour pela Bela Vista para um bom happy hour

A Avenida Paulista é o coração de São Paulo, repleto de escritórios, lojas e restaurantes. O principal destaque dessa rua é o MASP; que é reconhecido pelos brasileiros como uma das maiores bibliotecas de arte do país, abrigando obras Rembrandt, Van Gogh e Botticelli. Se você visitar na terça-feira, a entrada é gratuita. Logo atrás do MASP está o Parque Siqueira Campos. O shopping da Avenida Paulista conta com grandes marcas internacionais e butiques independentes chiques.

Para drinks depois do trabalho, os paulistas vão até a Avenida Augusta (Baixo Augusta), na Bela Vista, repleta de bares, restaurantes, teatros, clubes de comédia e casas de show. Pegue um burrito ou taco no Chicano ou em uma das muitas cantinas italianas e depois vá para os botecos depois do trabalho, que incluem o Bar Exquisto! Com temática mexicana, vale à pena apostar no elegante Titus Bar ou quem sabe o aconchegante Blue Pub.

5. Comida japonesa é na Liberdade

Na Liberdade vive a comunidade japonesa, que também trouxe o melhor da sua cozinha. Variando do topo do mercado ao acessível, a comida é de boa qualidade e feita por profissionais. Com muitos restaurantes para agradar seu paladar, você não passará fome aqui. Aska é uma lanchonete aconchegante e barata, experimente o curry Katsu no Porque Sim, tome uma cerveja no Kintarô ou coma um sushi no Hinodê, o mais antigo restaurante de sushi de São Paulo. Também há shoppings chineses, coreanos e japoneses que vendem programas de TV japoneses clássicos, eletrônicos e itens de marcas falsificados. Aos domingos, há uma feira livre onde se compra a iguaria japonesa takoyaki, que é uma bola de polvo, camarão, tempura em flocos, cebolinha e gengibre frito em creme de leite.

Gostou destas dicas para um tour gastronômico por São Paulo? Aproveite e compartilhe este post com seus amigos e familiares! Bom apetite!

Compartilhe